25 de jul de 2009

HOMENAGEM AOS MEUS AMIGOS












POEMAS DE ALEXANDRO COSTA

A eternidade de um segundo
A brevidade do infinito

Um segundo
Um beijo
Um segundo
Um toque
Um segundo sem você
Tempo demais pra que eu suporte

Num segundo, te vejo
Em menos tempo me apaixono
Passa o tempo e não te vejo
Passa a vida e não te encontro

Mas se te acho, muda tudo
Vida toda é pouco tempo
Eternidade é um só momento
Se te tenho do meu lado

Nosso tempo é relativo
Nosso mundo é separado
Se lá fora o tempo voa
Nosso instante está parado

(Alexandro Sousa Costa)