29 de nov de 2007

SONO


SONO

Velo
teu sono
anjo protetor
sonhos nos olhos
bailam
à luz da lua;
por ser estrela
e brilhar no teu céu
feliz te consagro
numa noite
nua..

Ana Wagner

27 de nov de 2007

CARROSSEL

CARROSSEL
Sonhos vãos
azuis utopias
oníricas viagens
ninharias sem valia
entretendo os dias,
ficção do universo.

Baralho noções
carrossel de emoções
nos olhos de hoje
lúgubre dor infantil.

Ana Wagner

25 de nov de 2007

VARANDAS

VARANDAS


Mistério do vazio
sonhadas travessias
brancas redes, varandas
brisa leve, maresia
alma densa de encanto;
mar, vento, alento...

Tanto tempo, tanto quis
espelhar anjo, ser feliz
querubim, asas quebradas
pelas graças e desgraças,
na estrada sem retorno
plano lento, desalento...

Ana Wagner

22 de nov de 2007

MANIA





MANIA


mel nos lábios
mel
manhã teus braços
manhã
menino sonhos
menino
mundo maravilhoso
mundo
mania de amar
mania


mel, manhã, menino,
mundo, mania, medo...

Ana Wagner

20 de nov de 2007

19 de nov de 2007

Me Acolhe Primavera!


ME ACOLHE, PRIMAVERA!

Abre teus braços pra mim,
Primavera!
Me acolhe em tuas águas calmas
Após tão longa espera
Necessito teu colo sereno,
Teu vento ameno,
este sol a me embalar
Me faça dormir e sonhar
Derrama suave em minha alma
O teu delicado florir,
O véu azul do teu olhar
Me ilumina com cândida luz
Suave de doce renovar
Para que eu esqueça de vez
Meu velho medo de amar.

Ana Wagner

* Poesia destaque no concurso
Poemas à Flor da Pele

15 de nov de 2007

SINA

***
SINA

Seremos sonhos
serenas sombras
sonoras somas
selvagens sinas.
Sem silêncios,
só sentimentos.
Sobrarão saudades.
Serenidades...

Ana Wagner

***

13 de nov de 2007

VIRTUAL OU REAL?


VIRTUAL OU REAL?

sou real
mas teatral
não tenho rosto definido
sou ser transcendental
sinto, sonho, amo e grito
e meu virtual me representa
fisicamente me ausenta
dos olhares inclementes
situações inexistentes

sou igual, pura emoção
sou paixão e poesia
aqui bate um coração
a tristeza e alegria
e todos os elementos
do bendito dia-a-dia
real ou virtual?

Ana Wagner

10 de nov de 2007

MULHER GUERREIRA

Mulher Guerreira

Flechas libertas
pelo arco do destino,
sou guerreira
buscando sonhos
na alma sofrida,
sou feminina
buscando o norte
do coração.

Flechas libertas
alçam vôo
sem direção
mas as palavras,
chagas traçadas,
não perdem as forças
em seu rumo vão
por entender
que os sonhos
têm vida própria
em nossa jornada..

Ana Wagner

8 de nov de 2007

MEU MOLEQUE


***
Meu Moleque

Gosto do teu jeito moleque
o jeans desbotado
a fala dengosa
o tênis surrado
a mão audaciosa
o beijo atrevido

Gosto do sorriso maroto
um certo ciuminho
e quando me amas
diz frases de amor
palavras picantes
com mil entrelinhas

teu corpo macio
carícias dolentes
do jeito que vens
com teus entremeios
com fome de vida
sem nenhum receio

gosto quando te calas
os olhos brilhantes
sonhando quimeras
viajando em estrelas
comigo a teu lado
eterno menino

e quando te ausentas
saudade inquieta
nos braços abertos
o meu sussurrar
beijos sedentos
tempos de amar.

Ana Wagner