29 de out de 2006



28 de out de 2006



ESPERA (dueto)

(Ana Wagner)

Nesta noite ardente
me sinto amorosa
indecorosa
espontânea
subcutânea
Acendo a lamparina
fico mais feminina
na minha intuição
som,luz de neon
pressinto tua chegada
olho pela vidraça
ouço passos na calçada
a noite parece fumaça...
................................
E na sombra que se forma
Mais uma vez abro sua porta
Trazendo comigo a resposta
Das suas noites vazias
Aqueço sua cama fria
Pro seu corpo trago harmonia
A noite se vai chega o dia
O sofrimento se refaz

(Marclei Silva)

27 de out de 2006

ESCURO


,

ESCURO

Longa noite
Síntese de vida
Chuva que lava
Minha solidão
Apaga as minhas
Lágrimas
Traz diante de mim
Um rosto na multidão
Carícia, metáfora
Nostalgia
Sentimento fiel
Distância
Renúncia
Dúvidas
Uma estrela apagada

Ana Wagner

18 de out de 2006

SONATA



SONATA

NÃO QUERO NOITES E DIAS
SEMPRE IGUAIS
EM MEU DESTINO RÁPIDO
PASSAGEIRO
QUERO DORMIR FELIZ
NO ACONCHEGO DE TEUS BRAÇOS
PERFUME DE SÂNDALO
CHÁ DE JASMIM
INUNDAR TEUS LÁBIOS
DE BEIJOS MEUS
IMERGIR INTEIRA
EM TEU CÉU PROFUNDO
ASAS
AMORAS
ÁGUAS
TUAS MÃOS MACIAS
FUGIDIAS AVES
QUE EM TI NASCERAM
ROSAS
SOMBRAS
ARVOREDOS
NO AROMA QUENTE
DE SUAVES MELODIAS
MOVIMENTO DE ASTROS
OU LÍRIOS AO VENTO
BRANCAS ASAS
NO MEU NINHO BRANCO

Ana Wagner


17 de out de 2006

O AMOR É BRISA



BRISA

O amor é rápido
Passageiro...
Como o gelo
Que se dissolve ao sol
Ou uma brisa suave
Pesado como o silêncio
Antes da decisão
A queda de uma árvore
A última despedida
As nuvens
antes do aguaceiro,
mas leve como um céu
estrelado...

Ana Wagner