9 de dez de 2006

LÁGRIMA


LÁGRIMA

(para Ana C.)

lágrima pérola
lágrima cristal
lágrima adeus
lágrima te amo
toda lágrima vale
vale de lágrimas
um tesouro
o temporal
a bonança
o sofrimento
uma lembrança
um novo dia
esperança
lágrima lava
lava quente
desesperança
dor pungente
triste final
alma ferida
leva lágrima
ilusão perdida
lava lágrima
lá... lágrima

Ana Wagner


26 de nov de 2006

SOLIDÃO



Solidão

Sombra
silêncio
ar pesado
afogam minha vida
levaste contigo
alegria
tua voz macia
teu riso contagiante
ausência dolorida
há uma distância imensa
entre tuas mãos e as minhas
uma cascata de palavras
não ditas
entre teus lábios e os meus
e algo que brilha
assim de triste
entre meus olhos e os teus

Ana Wagner

24 de nov de 2006

PENSANDO


Pensando

quem pensa
não existe só por isso.
as palavras são só explicações
o sangue não está no dicionário

Ana Wagner



14 de nov de 2006

DESTINO



DESTINO

Se teu destino é luz
o meu é sombras
colecionando enganos
nostalgias e vaidades
santos e traidores
na rua deserta de amores
lua, ansiedade minguante
urgência
temor de ver-te...

( porque te pienso y te estraño...)

Ana Wagner

13 de nov de 2006

CORAGEM!


Coragem!
Me conta teus medos mais brandos
Não te escondas atrás das nuvens
Tua luz está brilhando
Lua cheia, mil estrelas
Deixa brilhar tua grandeza
Onde o arco-íris te espera..
Sai dessa triste quimera
Assume o mundo e suas batalhas
Verás que a felicidade te espera

Ana Wagner

29 de out de 2006



28 de out de 2006



ESPERA (dueto)

(Ana Wagner)

Nesta noite ardente
me sinto amorosa
indecorosa
espontânea
subcutânea
Acendo a lamparina
fico mais feminina
na minha intuição
som,luz de neon
pressinto tua chegada
olho pela vidraça
ouço passos na calçada
a noite parece fumaça...
................................
E na sombra que se forma
Mais uma vez abro sua porta
Trazendo comigo a resposta
Das suas noites vazias
Aqueço sua cama fria
Pro seu corpo trago harmonia
A noite se vai chega o dia
O sofrimento se refaz

(Marclei Silva)

27 de out de 2006

ESCURO


,

ESCURO

Longa noite
Síntese de vida
Chuva que lava
Minha solidão
Apaga as minhas
Lágrimas
Traz diante de mim
Um rosto na multidão
Carícia, metáfora
Nostalgia
Sentimento fiel
Distância
Renúncia
Dúvidas
Uma estrela apagada

Ana Wagner

18 de out de 2006

SONATA



SONATA

NÃO QUERO NOITES E DIAS
SEMPRE IGUAIS
EM MEU DESTINO RÁPIDO
PASSAGEIRO
QUERO DORMIR FELIZ
NO ACONCHEGO DE TEUS BRAÇOS
PERFUME DE SÂNDALO
CHÁ DE JASMIM
INUNDAR TEUS LÁBIOS
DE BEIJOS MEUS
IMERGIR INTEIRA
EM TEU CÉU PROFUNDO
ASAS
AMORAS
ÁGUAS
TUAS MÃOS MACIAS
FUGIDIAS AVES
QUE EM TI NASCERAM
ROSAS
SOMBRAS
ARVOREDOS
NO AROMA QUENTE
DE SUAVES MELODIAS
MOVIMENTO DE ASTROS
OU LÍRIOS AO VENTO
BRANCAS ASAS
NO MEU NINHO BRANCO

Ana Wagner


17 de out de 2006

O AMOR É BRISA



BRISA

O amor é rápido
Passageiro...
Como o gelo
Que se dissolve ao sol
Ou uma brisa suave
Pesado como o silêncio
Antes da decisão
A queda de uma árvore
A última despedida
As nuvens
antes do aguaceiro,
mas leve como um céu
estrelado...

Ana Wagner

14 de set de 2006

DOR


DOR


Ah! esta noite

me atravessa o peito

um grito insano

uma dor sem nome

onde está aquele

dono dos meus sonhos?

Se foi como o raio

que escuto lá fora

temporal de cinzas

em minha triste vida

solidão, sombras

desesperança...


Ana Wagner

6 de jul de 2006


Sem rumo

Tens o feitiço da leviandade
Não tens sul nem norte
Nem o rumo de tua vontade
Uma promessa de beijos
Segredos doloridos
Vida bandida, escondida
Na rua encardida
Procuras os laços
Oa abraços insanos
E o cais...
Dos meus braços.

anamariaw

27 de jun de 2006




QUANDO ME CATIVASTE

quando tu me cativaste

eu era outra criatura

envolta em vestes de sonho

olhar pousado nas nuvens

pressenti teus passos longos

no vôo da gaivota

no cheiro do mar e das conchas

lembro-me era verão

um cálido tempo de amar

quando tu me cativaste

o mundo era azul, lilás meu olhar

o viver era tão intenso

tua voz, cantiga de ninar

teu olhos, negros como a graúna

tuas palavras escorrendo como mel

nos meus lábios ávidos

quando tu me cativaste...

e no dia em que partiste

parti-me

parti

sem ti

de ti

anamariaw

25 de jun de 2006



PARA O ANJO POETA


ele é um poeta cristalino

anjo-menino

sereno e doce

que sempre oferece flores

como se nada mais houvesse

que o lirismo e a beleza

ele é meigo e suave

sua voz sussurra ternura

nada mais que um porto seguro

em mares azuis e calmos

jamais seus dias são escuros

ele é o poeta dos anjos

a poesia, sua grande companheira

que sempre com ele anda faceira

a festejar cada dia

de onde veio este anjo translúcido

sem mágoas e sem nostalgia

me indago intrigada

onde encontrar esta estrada

esta alegria encantada

que este anjo encontrou um dia?

magia!


anamariaw

14 de jun de 2006

UNI VERSOS


Uni versos

Você tem lábios de mel?
Não sei... Mas você descobrirá
Você é chuva mansa na primavera
Choverei para te fazer arco-íris
Carícia de brisa morna?
A amaciar tua pele...
Você impele meus remos pelo mar infinito
Levando-a ao horizonte de seu prazer
Como um grito preso na garganta... Um gemido
Rútilo de amor e sedução
Surgido desse amor dissoluto
Viverei então sua fantasia divina
Preciso paz desse amor bendito
Iluminado seja tua graça
Me abraça chama quente... Me ilumina
Te invado e acendo sua chama... Me ama...
Não mais menina mulher melhor luar
Reflexos do mar... Um leve sonhar
Poetar...
Poetar...
Da vida... O mar... Nosso nobre amar
Serena fonte de quebranto... Meu altar...
Branca... A flutuar te unirás
Herdarás meu legado de amor
Gerarás frutos sem dor
De teu amor luares gestarei
Universos explodirão em comunhão
Lembra...? Lembra...?
O futuro no passado se anuncia
Foste vida... Amada e ressurgida
Nesta trilha que nos resta percorrer...
Completaremos... Atentos... O saber viver
Infinitos... Livres... Eternamente
Completos extenuados de nosso prazer.

(Ana Wagner & Flacast 27.06.07)

28 de mai de 2006




FOLIA

Eu quero folia
estrepolia
correr na areia
andar descalça
perder os modos
te olhar nos olhos
te amar na grama
fazer poesia
sem rima,vadia
viajar nas nuvens
no arco-iris
sonhar com anjos
comer pitanga
dançar sozinha
viver a vida
só alegria...


anamariaw

23 de mai de 2006



PAIXÃO

Essa paixão chegou perigosa
nebulosa
não avisou
me entrelaçou
com cheiro de proibido
desconhecido
me deixou quieta
com a idéia secreta
e a alma aberta
descoberta
mudou todos os elementos
e meus conhecimentos
me ensinou o estratagema
de viajar nesse tema
e mesmo tendo cuidado
com esse aprendizado
mudou minhas noções
meus porões, meus dragões
e até as constelações...

Ana Wagner

29 de abr de 2006

28 de abr de 2006



POEMINHA GEOGRÀFICO

Quero achar um amor perfeito
Vou procurar de todo o jeito

Quero um amor profundo
Vou procurar em todo o mundo

Tem que ser homem bonito
Vou procurar no EGITO

Tem que ser muito sereno
Vou procurar um CHILENO

Carinhoso como ele só
Vou procurar um ESQUIMÓ

Prefitro que seja moreno
Vou procurar um ROMENO

Que não goste de novela
Vou até a VENEZUELA

Que não goste de carnaval
Vou procurar no NEPAL

Que seja um bom poeta
Vou procurar em CRETA

Que me faça muito feliz
Vou procurar em PARIS

Que me ame noite e dia
Vou procurar na BAHIA

Que seja valentão
Talvez no AFEGANISTÃO

Que goste só de mim
Vou procurar em BERLIM

Que me ame a vida inteira
Vou procurar em CIDREIRA

Se não der certo meu plano
Vou embarcar numa nave
E procurar um MARCIANO...

Ana Wagner

25 de abr de 2006

É SUAVE A NOITE


É suave a noite...

quando de leve me embalas,
na rede dos teus braços
se ao ouvido me falas
ou me encaixo nos teus traços!

É suave a noite...

se as estrelas do teu rosto
fulguram no céu risonho
se o teu sabor,o teu gosto
é o tempero dos meus sonhos!

É suave a noite...

se o manto dos teus pelos
aquece todo o meu ser
se a magia do teu zelo
me faz dengosa, adormecer!

Ana Wagner