25 de abr de 2006

É SUAVE A NOITE


É suave a noite...

quando de leve me embalas,
na rede dos teus braços
se ao ouvido me falas
ou me encaixo nos teus traços!

É suave a noite...

se as estrelas do teu rosto
fulguram no céu risonho
se o teu sabor,o teu gosto
é o tempero dos meus sonhos!

É suave a noite...

se o manto dos teus pelos
aquece todo o meu ser
se a magia do teu zelo
me faz dengosa, adormecer!

Ana Wagner

2 comentários:

zealfredo disse...

Huummmm!...

Anônimo disse...

Olá Aninha!

Parabéns, amiga! Belíssimo poema!
Tu falas com a alma, dás o brilho das estrelas em cada palavra, faz tocar fundo a nossa emoção. Obrigada! Parabéns, mais uma vez!
Beijos com especial carinho!
Clara