15 de jan de 2007

DOCE AMOR


DOCE AMOR


Meu doce amor

Teu abraço, um laço

Pedaço de mim, regaço

Ternura sem fim

Amparo infinito

Acode meu grito

Tens tanto encanto!

Com olhos serenos

Lançou-me um quebranto

De um doce amor

E um futuro sem pranto.


Ana Wagner

Nenhum comentário: