17 de jul de 2007

CÁLICE PLENO


*******
Cálice pleno

plenilúnio
sabor de chuva
bebo-te em goles
acalanto de anjos
sejam louvados
nossos amores
pelas estradas
das miríades
sorrisos
Cálice pleno

Ana Wagner

**********

Um comentário:

TADEU PAULO disse...

Um dos mais belos poemetos de que já tomei conhecimento. Forte, mas com traços delicados; fluente, mas compacto; hipnótico, porque encantador.
Parabéns