12 de fev de 2009

PENITÊNCIA














P E N I T Ê N C I A . . .



aguardo que o Sol se ponha;
que o Céu então escurecendo
ganhe a cor da Lua cheia;
que estrelas pontilhem
em cada milímetro de meus olhos;
que renasçam as lembranças,
todas elas, de todos os dias;
que a saudade, ela sempre,
chegue de mansinho, e
na alma me faça um carinho;
no coração traga a dor,
a mesma a dor gostosa de sempre;
que eu chore, como choro
com o choro apaixonado
de todos os dias,
mas que continue te sentindo
viva em mim, todas as noites,
em meus sonhos e suspiros;
pois só tua presença,
ainda que longe e ausente,
deixa pra mim a noite
com gosto de um amanhã
de manhãs claras, brilhantes...
enfim, com jeito de você !



(Tadeu Paulo -- 2009-02-11)

4 comentários:

Poeta da Lua disse...

é sempre bom vir aqui, ana wagner...
o blog do poeta da lua está se despedindo daqueles e aquelas que, de uma forma ou de outra tiveram laços poéticos.
um abraço e um sorriso e até...

ana wagner disse...

Não vá embora Poeta da Lua!
Vc vive fugindo! Não precisa.
Nós te amamos! Um beijo e um sorriso triste!

Márcio Beckman disse...

Oi Ana Wagner! Está em hibernação bloguistica como eu estive? Estou de volta tomando as redeas do meu blog q estava jogado às traças. Fiz um monte de reformas para torná-lo melhor e mais atraente ao público e pretendo postar com mais freqüência. Abraços amiga poeta!

Márcio B. S. disse...

Ana, aqui vai um selinho pra vc juntar a sua coleção:

http://sonoloquios.blogspot.com/2009/03/selos-e-indicacoes.html

Abraço!