27 de out de 2006

ESCURO


,

ESCURO

Longa noite
Síntese de vida
Chuva que lava
Minha solidão
Apaga as minhas
Lágrimas
Traz diante de mim
Um rosto na multidão
Carícia, metáfora
Nostalgia
Sentimento fiel
Distância
Renúncia
Dúvidas
Uma estrela apagada

Ana Wagner

Um comentário:

Tonril disse...

Essa estrela nunca se apagará, quem sabe apenas uma nuvem encobriu momentaneamente seu brilho.
Parabéns.

Beijo com carinho menina.