28 de out de 2006



ESPERA (dueto)

(Ana Wagner)

Nesta noite ardente
me sinto amorosa
indecorosa
espontânea
subcutânea
Acendo a lamparina
fico mais feminina
na minha intuição
som,luz de neon
pressinto tua chegada
olho pela vidraça
ouço passos na calçada
a noite parece fumaça...
................................
E na sombra que se forma
Mais uma vez abro sua porta
Trazendo comigo a resposta
Das suas noites vazias
Aqueço sua cama fria
Pro seu corpo trago harmonia
A noite se vai chega o dia
O sofrimento se refaz

(Marclei Silva)

Um comentário:

Tonril disse...

Vim aqui te conhecer um pouco mais.
Minha surpresa maior não é saber que sentes forte, mas que consegues, nos fazer sentir tuas dores e teus sonhos.
Parabéns pelo espaço e o que escreves, realmente nos leva em grandes viajens.

Beijo com carinho.