20 de dez de 2007

CULPA


GETTY IMAGENS








CULPA


expio

carências impróprias

outro é senhor soberano

caminhando nos cacos

de espelho

nas sombras da solitude

segue vida nos trilhos

linha sem retorno

o mar acolhe, renova

devolve oferendas perdidas;

mar, fonte de vida

lavando pecados inatos

poderosa companheira,

solidão

veste o manto e abriga.


Ana Wagner

Nenhum comentário: