9 de mar de 2008

SIRLEI PASSOLONGO










Disfarce de mulher


Quero falar
Da magia de ser mulher
De ser canto quando
Alguém precisa
De ser namorada
Quando romântica
E felina quando
Deseja

Quero falar
Da graça de ser mulher
De ser gata
Que anda levemente
De ser águia
Que busca intensamente
De ser beija-flor
Que acaricia
E ser loba
Que protege ferozmente

Quero falar
Do milagre de ser mulher
De ser força
Disfarçada em fragilidade
Ser anjo
Disfarçado em mulher.

(Sirlei L. Passolongo)

Direitos Reservados a Autora

Nenhum comentário: