11 de mar de 2008

LENI MARTINS











SEM LÁPIDE, SEM FLOR


Sepultarei este sentimento
sem lápide , sem flor,
no mais profundo esquecimento
sepultando junto
toda minha dor.

Sepultarei
minhas lembranças
e toda saudade que sinto de ti...
no mais profundo esquecimento, no
lamento de cada dia que perdi.

Sepultarei este sentimento
e junto dele minha esperança , minha ilusão
sangrando a alma...
feito lança fincando o coração.

Enterro-te , meu sentimento,
no poço fundo que me lançastes,
permaneça lá no fundo de onde saíste
e nunca mais me vem afligir.

Sepultando-te eu sobrevivo
sem lamúrias...
sem sofrimentos,
encontrando minha luz,
afugentando meu tormento.

Sepulto este amor
no mais profundo esquecimento,
sem ressentimento.

Sem lápide , sem flor.


Leni Martins

2 comentários:

Kassia disse...

Leni, eu adoro seus poemas sao divinos perfeitos!!
Vc é uma grande poetisa...
parabens..
eu nao canso de ler esse ai.. Sem lapide, sem flor.. divino!!
Bjim

Vânia disse...

Amoo seus poemas...
Eles falam por mim.. Em meu diário há varios deles..
Assim como eu.. Muitas pessoas se identificam com eles..

Parabens..